Evento - Ganhe um pacote Master (!!!).


  • TF#12 - PEOPLE'S HERALD

    Para celebrar o projeto Deskrausser eu vou presentear um jogador BR com um pacote Master.

    Regras:

    -O pacote será entregue por gift para a conta vencedora.
    -O vencedor não pode ter um pacote ativo na conta (ou seja, novos jogadores).
    -Válido apenas para contas criadas antes de 20/09/2020.
    -Não é preciso juntar-se a guilda (Cavaleiros Mercantes) ou a cidade (Deskrausser) mas o convite está feio.
    -Poste o desfecho da história como um comentário da postagem com a primeira linha, em negrito, dizendo "Concurso Cultural Deskraussiano'' (para identificar quais são as tentativas válidas).
    -A juíza será a usuário do fórum Bartira.
    -Prazo para entrar no concurso: 10/10/2020.
    -O vencedor será contatado e a premiação será entregue em até uma semana, salvo problemas técnicos no site.
    -Dynamight Studios de forma alguma possui qualquer envolvimento com esse concurso.

    Objetivo: continuar a história abaixo, criando um personagem que irá interagir na cena final (alguém do grupo que foi chamado para o evento). A história, incluindo o desfecho, fará parte da historia Deskraussiana.


    História

    "A maior mentira que dominou a história dos reinos humanos é a existência dessa entidade - o Livre Arbítrio - que sempre serviu para desvincular os humanos da fatídica verdade: nós somos escravos dos demônios'' pensou Ahak enquanto observava as ruínas de Dorania, a antiga cidade fronteiriça que foi devastada por mais uma invasão demoníaca.
    -A noite é fria e cheia de terrores, Melissa. E é quando as garras da noite encobrem o sol que eu temo pela vida de cada humano pois todos somos iguais.
    -Poças de sangue pelo chão? - Melissa riu chutando uma lajota quebrada e afastando com a bota os destroços, fitando um ursinho de pelúcia chamuscado. Seu único olho, sobrevivente de um ataque demoníaco, lacrimejou momentaneamente enquanto Ahak bufava
    -Não, Melissa. Somos todos presas da maldade demoníaca. Mas, igualmente, somos poças de sangue pelo chão quando a maldade toma forma e invade os reinos mortais.
    -E é exatamente por esse motivo que a nossa busca é sagrada, Ahak. É preciso superar a mortalidade e dar o troco. Uma Grande Cruzada, que atravessará o Cosmos e trará a Punição não dos Deuses mas sim dos mortais. É nisso que eu acredito e sacrificaria o meu segundo olho para isso. A minha alma, se necessário.
    -Que assim seja.
    -E será.


    A dupla vagou por mais algumas horas até encontrar a entrada de um pequena torre destroçada. Ahak abriu a pesada porta enferrujada pelo tempo enquanto Melissa juntava destroços para iniciar uma fogueira.

    -É aqui então, correto? Vou chamar o outro grupo.
    -Concentre-se nisso Melissa enquanto eu adentro a catacumba. Se os relatos estão corretos o manuscrito de Nahalak, ou pelo menos um pedaço, está aqui. Ou, pelo menos, deveria.

    Melissa consentiu começando a fogueira de sinalização enquanto Ahak adentrou a catacumba acendendo uma tocha. O caminho tenebroso descia em espiral até uma pequena sala com um esqueleto grudado na parede. Certamente não era humano muito menos bestial. Ahak puxou a espada de tocou no esqueleto que caiu no chão em pedaços. Rapidamente olhou para o centro da sala e viu uma fumaça vermelha surgindo. em forma de pentagrama, enquanto a voz murmurava das sombras.

    -Como ratos adentrando uma óbvia armadilha. Usurpadores, todos vocês. Aqueles que adentram os segredos de Nahalak só conhecem a dor.

    Ahak gira o corpo rapidamente procurando a voz sem perceber nada. Deseperado, grita por Melissa enquanto joga a tocha no chão para segurar a espada com as duas mãos. A voz parece rir.

    -Você não sabe se eu sou um mortal, demônio ou criatura bestial e adentra a minha casa como um ladrão. Que assim seja, como um ladrão será morto na plena ignorância. Nahalak, você procura? Não terá o benefício de saber se encontrou.

    Ahak gira mais uma vez golpeando o nada com a espada enquanto o vulto aparece pelas costas cravando uma adaga que trespassa coração dele, gotejando veneno. A voz então sussurra no ouvido do guerreiro no seu limite, sorrindo.

    -Ratos. A fraqueza de vocês me enoja.

    O corpo de Ahak cai no chão desfalecido enquanto a sombra mais uma vez some, esperando a próxima vítima....


  • TF#1 - WHISPERER

    Eu irei julgar. 🙂


  • TF#12 - PEOPLE'S HERALD

    Lembrete amigável: dia 10 termina e eu não pretendo fazer outra competição esse mês.


  • TF#1 - WHISPERER

    Concurso Cultural Deskraussiano

    Melissa desce as escadas correndo perseguindo os gritos de Ahak

    • AHAK! Onde está você?
      Conforme descia os degraus, uma leve chama começava a iluminar o caminho. Seria Ahak, se perguntava.
    • Ahak seu bastardo, o que voc...
      Mal terminou de descer os últimos degraus e Melissa encontra Ahak de pé com uma sobra negra circulando seu corpo. A tocha ainda queimava aos seus pés, mas ao mesmo tempo não parecia haver luz alguma na volta de seu companheiro. Melissa sentiu um frio passar por seu corpo a medida que a sombra desaparecia, Ahak continuava estático, porém o sangue começava a pingar no chão. A vontade de Melissa era de gritar e correr em sua direção, mas seus pés não respondiam.
      Ahak, em um último sopro de vida balbuciou.
    • Levo-o e destrua-o...
    • O-o que? Como assim? Ahak? - Respondeu Melissa
      Neste momento, Ahak gritou, um grito estrépito como se fossem diversas vozes gritando de dor em uma tortura infinita. O grito durou poucos segundos, apesar de parecer uma eternidade. O silêncio veio na sequência e logo depois o corpo de Ahak se desfez em um pó cinza e escuro, enquanto o seu sangue se desfez em uma nuvem negra.

    Melissa então se viu livre, correu em direção aonde Ahak desapareceu, recolheu sua espada e um pequeno pedaço de papel que jazia em cima do que sobrou de Ahak. Enquanto corria para fora da torre, Melissa só tinha uma coisa na cabeça, destruir aquele papel. Porém, assim não o fez.. Anos se passaram e a vontade de destruir jamais superou a vontade de proteger aquele pedaço chamuscado de papel antigo. Guardou em um velho baú e enterrou nos fundos de uma velha casa que agora chamava de lar, esperava nunca mais ter que olhar para o manuscrito, mesmo sabendo que todas as noites o veria em seus pesadelos. Mesmo escondido, ela sabia que a história daquele papel não havia terminado.


  • TF#12 - PEOPLE'S HERALD

    Último dia!


  • TF#1 - WHISPERER

    Concurso Cultural Deskraussiano

    Descendo o caminho da catacumba, surge uma pequena silhueta andando em direção a possível morte, mesmo em meio a neblina e escuridão encontra o corpo de Ahak, logo se curva e verificar o cadáver, sem demonstrar medo ou tristeza e em seguida levanta dizendo com um tom de voz arrogante

    • Você é apenas mais uma criança corajosa, poderia ser uma garota simples.... Mas agora vejo sua tremenda insolência.
      A criatura aparece em meio a escuridão e realiza um golpe inesperado a Piraque, porém não foi o suficiente para derrota-la, enquanto Piraque ao se levantar repara o lugar de onde está e não consegue achar ninguém próximo com seu olhar, e mesmo assim a voz continua...
    • Hoje será seu fim, não houve nenhum ser que conseguiu me derrotar.
    • Até hoje, diz Piraque.
      A sombra mais um vez tenta atacar e Piraque consegue se esquivar e empunha voz e grita!
    • Nahalak seu covarde, saia das sombras e me enfrente.
      Ele tenta ataca-la novamente e mais uma vez sem sucesso, entao Piraque puxa uma tocha e a criatura é revelada.
      Ela é uma criatura com os rostos de todos os inimigos que a enfrentaram e falharam e mudando constantemente a forma de seu peito.
      A criatura joga nossa heroina contra a parade com sua calda e levanta Piraque pelo pescoço.
      Ela consegue se livrar a queimando com a tocha
      Ela cai no chão livre porem sem forças, rastejando até a sua espada, antes que consiga alcança-la a besta a cerca
      Pisa em seu peito e diz...
    • No fim das contas sua coragem só lhe trouxe a morte
      Antes do ultimo golpe, Melissa e outros membros do grupo, entram e cravam suas espadas na criatura
      Que se debate e grita de dor
      Em agonia, retira as espadas de suas costas e diz...
    • Obrigado por me libertarem dessa eternidade sem razão.

    Pena, seu amigo não ter encontrado o que queria, tudo que conseguiu foi o msm destino que o meu.


  • TF#1 - WHISPERER

    As Melissa continues to gather firewood to start the signal fire, she can’t help but wonder where her convictions will take her. How far will her need to protect the people she loves take her before she succumbs to the fate of all mortals? She decides that this is a question that she cannot fully answer or even comprehend yet; but, she will do whatever is necessary.

    It hasn’t rained in quite a few weeks and the signal fire roars to life as she sparks her tinder onto the wood. “Good”, she thinks, “Our friends will soon be here”.

    “Where are you Ahak?” thought Melissa. She was so engrossed in her thoughts and the gathering of the wood, that she lost track of how long he had actually been gone. “Probably got lost again” she said out loud, as she started for the stairs that led into the catacomb.

    Kryshael, a warrior of Syndesia, is quickly covering the rough terrain to get to the signal fire that started about an hour ago. Behind him is the rest of his party, Alyrria and Tetsugai. Both masters in their trade just as him, but will that be enough. Both were handpicked by himself in the hopes that they would succeed in their mission. Alyrria being the best healer that he knew and Tetsugai being recommended highly as the best mage in all of Syndesia. “If only we will be enough” he thought to himself.

    The signal fire was dying down as they entered the clearing. It was no wonder it lasted as long as it did with how dry everything was nowadays. Kryshael looked around the clearing and immediately saw the open door situated into the face of the rock wall behind the fire. Not seeing his friends, he got a bad feeling in his gut. He glanced around quickly and noticed the backpacks lying on the ground to the right of the door. Fearing the worst, he approached the door. “Why didn’t they wait for us?” he asked himself.

    Calling the others to him, he started to make his way down the steps into the catacomb. A light appeared above him as Tetsugai conjured a ball of light to show their way. He could hear Alyrria mumbling to herself as she prepared her spells in case they might be needed. Funny, he thought to himself, he didn’t hear Tetsugai as he cast his spell.

    As the trio made their way down the steps following the dusty footprints of his friends, he kept feeling that something bad was about to happen. At the bottom of the stairs, they came to a room. It didn’t seem too large, but upon quick glance he noticed two skeletons being held to the wall on the left. The room had a faint red glow that seemed to come from the center of the room. There was no sign of Ahak or Melissa.

    Tetsugai cast another ball of light as the first one started to dim. Now that he could see better, he noticed that his friends footprints stopped just in front of him but they were nowhere to be seen. Wondering what that meant, he turned to look more closely at the skeletons on the wall.

    As he looked at them he noticed the clothing lying on the floor under them and realization dawned on his face that his was his friends. Sadness, then a mounting rage started to fill him. He turned as Alyrria tapped him on the shoulder and pointed towards the center of the room. He was so focused on his friends that he didn’t notice the red glow in the center of the room was getting brighter. He now saw that the glow was coming from a pentagram that was slowly rising from the floor.

    A hollow voice could be heard, “more thieves, more rats, more decorations for my wall.”


  • TF#12 - PEOPLE'S HERALD

    Inscrições fechadas.

    @Bartira é contigo agora.


  • TF#1 - WHISPERER

    Gostei muito dos três mas Hraezlyr introduziu uma luta que foi fácil imaginar e torcer pela heroína. Parabéns. 🙂


  • TF#12 - PEOPLE'S HERALD

    @Bartira
    @Hraezlyr é o vencedor. A premiação ocorre durante em até uma semana.

    Parabéns e obrigado a todos os participantes!

    Bem vindo ao jogo!


  • TF#1 - WHISPERER

    GANHEI !!!!! E pacote ja foi entregue !!!
    GAME ACCESS:
    Alpha (Permanent) UHUUUUU

    Ptz mto feliz galera, fiz no ultimos minutos do dia pra acabar o prazo pois nao sabia do sorteio, até que postaram no discord oficial do game.
    Vlw msm ai geral.
    Gostaria de agradecer o Desdark do discord que postou o sorteio la, um amigo meu Bruno q me ajudou a escrever, Minha namorada Alexya que corrigiu toda a historia, @Vollmond que mandou o pacote brabo e ja vou jogar o proximo alpha e a @Bartira por ter me escolhido. vlwwww


  • TF#12 - PEOPLE'S HERALD

    @Hraezlyr hahaha eu sou o Desdark (culpado por não trocar o nick e igualar).

    Mas valeu cara, bem vindo ao jogo!

    E obrigado a todos pela promoção. Acredito que consigo fazer outra no próximo ano, para comemorar o beta!


  • TF#1 - WHISPERER

    Parabéns ao ganhador! 😄


Log in to reply
 

Copyright © 2020 Dynamight Studios Srl | Fractured